Nordeste - aumento de prática de ZOOFILIA no nordeste preocupa as mulheres

Nos últimos meses, foi observado em sites do sertão nordestino as notícias de que homens andam praticando atos de “amor” com animais, principalmente com jumentas e éguas.

Esse tipo de fetiche aumenta a cada dia e as mulheres andam preocupadas que novo “hábito” masculino chegue ate o Estado de Alagoas.

Em estados vizinhos, os casos geraram uma polêmica ate nas redes sociais como motivo de piada para as mulheres.

Vamos agora mostrar alguns casos desta natureza que aconteceram no fim de 2012 e agora em 2013 ( e que ainda é notícia em duas regiões):


(SIMÃO DIAS/SE – 27/12/12) – Dois homens estavam tendo relações sexuais com uma égua e foram flagrados por uma anciã em Simão Dias/SE. Após o flagrante, o coito foi interrompido e ambos saíram em disparada mata adentro.Ousadamente, um dos “amantes” do animal confirmou que não era a primeira vez que tinha praticado tal ato, porém, depois da vergonha de ter sido flagrado, a partir de agora promete deixar de vez os equinos em paz. Com medo de serem revelados os seus nomes foram preservados.


(PATOS/PB – 2/01/2013) – O jovem e desempregado Cícero Balbino da Nóbrega de 20 anos, conhecido por “Deca Batalhão”, morreu ao receber um coice ao tentar fazer sexo com uma jumenta. O coice do animal atingiu Cícero lá… lá nos testículos e ele teve morte quase que imediata. O fato aconteceu por trás da Igreja Santo Expedito, no bairro Dona Melindra na cidade de Patos, no sertão da Paraíba.O corpo foi encontrado por populares. Ele estava sem camisa e com as calças abaixadas até o joelho, enquanto a jumenta estava amarrada ao seu lado. Segundo testemunhas, Cícero tinha um caso com a jumenta e era acostumado a fazer sexo com o animal, cujo nome é “mimosa” e que rinchava muito despertando a curiosidade dos vizinhos que acham Cícero ao lado da jumenta já morto.

(QUIXERAMOBIM/CE – 22/01/13) – Um agricultor de 33 anos foi detido após praticar sexo com uma jumenta, na zonal rural de Quixeramobim/CE.Eduardo Tomé Santos Gomes, mais conhecido por “Guaxinim”, foi flagrado pela dona do animal no momento do ato de “amor” com a jumenta. O agricultor fugiu mas logo em seguida foi encontrado, detido e autuado por crime ambiental.

Uma pequena pesquisa sobre o assunto de zoofilia mostra que o resultado foi unânime. De 20 mulheres entrevistadas (com idade entre 22 a 50 anos), todas acharam ridículo este ato de “amor” dos homens com jumentas e éguas e que se fossem casadas separariam de imediato.

Uma das entrevistadas, revelou a nossa reportagem que ela tem um parente residente no município que já praticou esse ato “amoroso” com uma cadela.

Todas as entrevistadas durante a pesquisa tiveram seus nomes preservados.

Esse tipo de prática, segundo a lei, é um crime ambiental – artigo 32 da Lei 9605/98. O artigo prevê: “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos, cabe pena de detenção de três meses a um ano e multa”.

Qual será a próxima notícia sobre esse novo tipo de fetiche masculino?

Nenhum comentário: